Compartilhar
Publicado em
6/6/24 5:25 pm

O Departamento Financeiro do Futuro

Conheça as soluções da CIAL e revolucione a sua gestão de dados de fornecedores
Ligamos para você
O Departamento Financeiro do Futuro

O que vem à sua mente quando se fala em inovação e futuro? Certamente os termos estarão relacionados às startups, seus ambientes descolados e às jovens culturas organizacionais.

A relação direta é verdadeira, assim como também é importante ter em mente que inovação vai muito além das companhias que já nascem com um espírito jovem latente em seus corredores e processos.

Um dos maiores desafios de inovar é exatamente manter a expertise conquistada em uma longa trajetória empresarial - aliando história e eficiência tecnológica, reinventando e digitalizando processos e setores extremamente manuais.

Foi-se o tempo, por exemplo, em que o setor financeiro ficava restrito às planilhas, em um trabalho mecânico e nada estratégico.

No caso de empresas com processos complexos e alta exposição a riscos - seja em crédito ou em fornecimento -, são grandes os desafios para colocar em prática a inovação para implementar uma gestão orientada a dados. Apesar disso, é fundamental a implementação das melhores práticas para possibilitar o crescimento sustentável por meio de relacionamentos pautados na transparência.

Reunimos o que você precisa saber sobre as tendências no departamento financeiro para que possa se preparar e ampliar sua eficiência corporativa. Confira!  

3 tendências para o futuro do setor financeiro

Em uma análise rápida seria possível afirmar que o futuro do departamento financeiro pode ser resumido em uma palavra: tecnologia.

No entanto, olhando mais profundamente, as tendências mostram que o propósito é na verdade utilizar os avanços tecnológicos para tornar o setor cada vez mais humano, analítico e estratégico.

De forma geral, o que se espera é reduzir tarefas mecânicas ou repetitivas, ampliando assim o foco analítico dos departamentos financeiros - potencializando, com isso, a adoção de melhores práticas e de crescimento das companhias.  Isso permitirá mais um passo na transformação do departamento financeiro de “back-office” para um parceiro estratégico do aumento de receita das empresas.

Saiba mais sobre as 3 tendências para o setor financeiro:

Automação para ganho de eficiência

Um departamento financeiro mais analítico por meio da automação. Essa é uma das fortes tendências apontadas por especialistas para o setor.

De acordo com dados do McKinsey Global Institute, cerca de 40% das atividades financeiras poderiam ser totalmente automatizadas, além de outros 17% podem ser parcialmente automatizados.

Os dados mostram ainda a importância de olhar para os processos internos e avaliar como a tecnologia pode ser uma importante aliada para ampliar a eficiência e tornar o departamento mais analítico do que executor.

Ao mesmo tempo, enquanto muitos CEOs e CFOs buscam aplicar os esforços de seus departamentos financeiros para os avanços digitais ao invés de mantê-los focados em tarefas rotineiras, inúmeras empresas seguem com equipes inteiras administrando operações críticas de forma manual.

O cenário aumenta as chances de riscos para a corporação, ao mesmo tempo em que diminui a inteligência preditiva de dados por parte do departamento financeiro.

A tendência vai ao encontro com o que a CIAL Dun & Bradstreet acredita: de que os profissionais de finanças e crédito estão sob pressão para gerenciar riscos e impulsionar um crescimento lucrativo, enquanto o sucesso depende de uma coleta e gestão de dados de forma automatizada.

Através das soluções financeiras da CIAL Dun & Bradstreet, que conta com o maior banco de dados de empresas no mundo, é possível um monitoramento automatizado com base em padrões personalizados.

O CIAL360 Credit, exclusiva plataforma SaaS, permite uma análise mais abrangente à medida em que a solução é alimentada com os dados comerciais mais recentes, abrangentes e precisos disponíveis no mercado. Com a ferramenta é possível tomar decisões de crédito mais confiáveis, avaliar clientes e parceiros com base em dados, além de aumentar a escalabilidade da companhia através de maiores concessões de crédito sem aumento de risco.

No caminho para digitalizar processos, as cobranças manuais também podem passar a ser gerenciadas a partir de uma solução tecnológica oferecida pela  CIAL Dun & Bradstreet - aumentando a produtividade do departamento e a assertividade das contas a receber.

Dados para análises mais assertivas

Para que o setor financeiro dê novos passos na evolução para o futuro do departamento será necessário que executivos, lideranças e analistas mudem seus conceitos de priorização.

Isso porque, o que antes era impensável ou distante da realidade da maior parte dos departamentos financeiros, hoje é uma premissa: o uso de dados de forma a permitir uma tomada de decisão mais precisa, aumentando a previsibilidade e velocidade no fluxo de trabalho.

Uma solução que permita a análise automática de riscos de terceiros, por exemplo, mitiga riscos à medida em que a verificação deixa de ser uma tarefa manual, aumenta a produtividade e lucratividade ao evitar interrupções no funcionamento da companhia.

Hoje está cada vez mais claro que não basta ter dados dispersos em diversas planilhas, sem que haja realmente informação a partir deles.

As tendências para o departamento financeiro envolvem direcionar os esforços para atividades de maior valor agregado e a visualização de dados permite que análises sejam feitas de forma assertiva, alcançando esse propósito.

Além disso, a visualização de dados como uma realidade dos departamentos financeiros vai permitir que as análises deixem de ser com base em dados históricos, passando a tomar um caráter de previsibilidade do futuro.

Importante nesse cenário é definir parâmetros, caminhos tecnológicos e limitar os dados a serem monitorados para focar naquilo o que realmente trará insights valiosos.  

Business Decisioning como vantagem competitiva

Uma empresa com grande potencial de crescimento não é aquela que consegue executar um enorme volume de tarefas, mas sim aquela que tem a capacidade de tomar decisões importantes de maneira assertiva - sendo que, em diversos casos, é necessário se afastar da operação para enxergar os melhores caminhos a serem trilhados.

Uma grande tendência para os departamentos financeiros vem exatamente para permitir que as decisões sejam tomadas em volume, sem perder a assertividade e permitindo que os times operacionais sigam em atividade.

A solução vem em um formato de plataforma de decisão, onde são concentradas informações estratégicas e cruzamento de dados que permite avaliações de forma automáticas e precisas para embasar o caminho a ser tomado.

Importância do Business Decisioning:

  • Aumento da lucratividade da empresa,
  • Otimização de recursos humanos,
  • Influência na longevidade da companhia,
  • Possibilidade de rastreamento após decisão,
  • Entre muitos outros fatores.

Para isso, a tecnologia também possibilita que os fluxos manuais saiam das mãos do capital humano, gerando insights automáticos para a tomada de decisão.

Na prática, com a CIAL360 Credit, por exemplo, é possível transformar os processos de avaliação de crédito e gerenciamento de risco da empresa em uma plataforma inteligente, que gera dados confiáveis e em tempo real.

De acordo com dados de pesquisa realizada pela  Dun & Bradstreet em 2020, por meio de soluções de automação de decisão de crédito, é possível acelerar em até 50% o ciclo de vendas de uma companhia, além de aumentar em até 30% a assertividade da análise de crédito.

Ao final, através das tendências apontadas para os departamentos financeiros, o que se espera não se distancia de outros setores corporativos: eficiência melhorada pela tecnologia, insights mais ricos com base em dados confiáveis.

A nossa base de 60 milhões de dados de empresas na América Latina, nos permite entregar a você materiais ricos e atualizados sobre o mercado

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.